AYLTON ADALBERTO MORTATI, DESAPARECIDO POLÍTICO

  RELATO DO CASO Nasceu em Catanduva (SP), em 13 de janeiro de 1946, filho de Umberto Mortati e Carmem Sobrinho Mortati. Estudou em sua cidade natal até o fim do ensino médio. Era pianista e faixa preta de caratê. Mudou-se para São Paulo e cursou a Faculdade de Direito Mackenzie, onde passou a ser chamado …

SÔNIA MARIA DE MORAES ANGEL JONES. LAUDO DA EXUMAÇÃO E OUTROS DOCUMENTOS

SÔNIA MARIA DE MORAES ANGEL JONES OCORRÊNCIA 30 de novembro de 1973 em São Paulo DADOS PESSOAIS Filiação: João Luiz Moraes e Cléa Lopes de Moraes Data e local de nascimento: 9 de novembro de 1946, em Santiago do Boqueirão (RS) Profissão: Professora Atuação política: Militante da Ação Libertadora Nacional (ALN) Data e local da morte/desaparecimento: 30 de novembro de …

DEPOIMENTO DE UM MEMBRO DA ALN OBTIDA SOB TORTURA

MJ/DPF TERMO DE DECLARAÇÃO 07JUNHO1972 Em fevereiro de 1972, o membro da Ação Libertadora Nacional, Claudionor do Couto Roriz, foi preso em Curitiba e após ser torturado na Delegacia da Polícia Federal, prestou a declaração que consta no documento em anexo emitido pelo órgão policial.aln

PORQUE RESISTI À PRISÃO – CARLOS MARIGHELLA

Por que Resisti à Prisão “Por que resisti à prisão é composto de maneira interessante, pois começa por um fato concreto, que ele descreve com relevo palpitante: a sua prisão em 9 de maio de 1964, com requintes desnecessários de brutalidade, durante uma sessão de cinema cheia de crianças, no bairro do Tijuca, no Rio …

DOCUMENTO DESNUDA AÇÃO DO SERVIÇO DE ESPIONAGEM DO ITAMARATY

Documento do Centro de Informações do Exterior revela as ações dos espiões da ditadura militar lotados  na Embaixada do Brasil no Chile. O CIEX, foi uma agência de espionagem do Itamaraty  Naquele período, os punhos de renda da diplomacia do Barão de Rio Branco ganharam abotoaduras de chumbo. Diplomatas de vários escalões foram recrutados para compor …

EU ESTIVE NO INFERNO DURANTE 22 DIAS”. RELATO COMOVENTE DE UMA MÃE DE PRESOS POLÍTICOS

 “De madrugada no outro dia, bateram à minha na porta . Eram soldados com metralhadoras, invadiram a casa, mexeram em tudo e me levaram para o Dops de Niterói. Meu cachorro ficou preso dentro de casa, escondido debaixo da mesa como se soubesse o perigo de aparecer. Um homem me levou para o Rio.  Estive …