ODAIR JOSÉ, O COMPOSITOR E CANTOR BREGA MAIS PERSEGUIDO PELA CENSURA DA DITADURA MILITAR

Poucos artistas falavam à classe C como o goiano Odair José. Brega, cafona, popular, o artista tinha todos os predicados que permitiam à sua música chegar a toda parte. Se Chico Buarque, Edu Lobo e Geraldo Vandré tinham problemas com a censura, em obras que raramente transpunham o circuito universitário/intelectual, cantores populares como Odair José, …

RADIOGRAMAS DA POLÍCIA FEDERAL PROIBINDO DIVULGAÇÃO DE LIVRO, DE TUMULTO EM TREM DA CENTRAL E DE DEMANDAS SALARIAIS

Em anexo em PDF e JPG , radiogramas  do Departamento da Polícia Federal , emitidos em 1974, proibindo a imprensa de publicar notícias sobre o livro do jurista português Marcelo Caetano, de um tumulto ocorrido no interior de um trem em São Paulo e também sobre política salarial

EPIDEMIA CENSURADA. COMO A DITADURA MILITAR ESCONDEU EPIDEMIA DE MENINGITE QUE ASSOLOU O BRASIL EM 1974

Carlos Madeiro Colaboração para o UOL, em Maceió 14/06/2020 04h00 Nos anos 1970, em plena ditadura, o país enfrentou uma grave epidemia de meningite que superlotou hospitais, cancelou eventos e fez com que muitos brasileiros perdessem a vida. Mesmo ciente da gravidade do problema, o então governo militar atuou para proibir a divulgação dos números …

EDIÇÃO COMPLETA DO JORNAL PENSAMENTO ACADÊMICO, ÓRGÃO DE DIVULGAÇÃO DOS ESTUDANTES DA FACISA

O jornal Pensamento Acadêmico, órgão de divulgação do Diretório Acadêmico 7 de julho, em sua primeira edição destacou a luta dos estudantes da antiga Facisa  para a criação da Unioeste. O Diretório Acadêmico era dirigido por : Adão  Luiz Almeida (presidente), Fidel Alvarenga (vice-presidente, Ângela Papandrea (1ª Secretária), Diva Rocha (segunda-secretária), Rubens Postale (segundo-tesoureiro);  Georgen …

EM 1981, FOZ DO IGUAÇU FOI SEDE DE SIMPÓSIO EM DEFESA DE ELEIÇÃO DIRETA PARA PREFEITO E DE REDEMOCRATIZAÇÃO DO PAÍS

De 27 a 29 de agosto de 1981, o plenário da Câmara Municipal , foi sede de um Simpósio Nacional Pró Autonomia dos Municípios. Estiveram presentes prefeitos dos municípios considerados área de segurança nacional, além de representantes da sociedade civil. Ao final do Simpósio foi divulgada um documento intitulado “Carta de Foz”, que está em …

EM 1973, O CHEFE DO PNI PROIBIU ATIVIDADE RELIGIOSA DO PADRE ZEZINHO NAS CATARATAS

O sacerdote, escritor e músico Padre Zezinho, conhecido atualmente por sua composição, cujo refrão é  “Abençoa Senhor as famílias, Amém”, deixou delegado e agentes da delegacia de Foz do Iguaçu da Polícia Federal em alvoroço durante sua passagem pela Terra das Cataratas, em 07 julho de 1973. A programação do religioso católico incluiu Missa na …

RELATÓRIO DE INSPETOR DO MINISTÉRIO DO TRABALHO EXPÕE RELAÇÕES FEUDAIS EM FAZENDA NO PARANÁ

Em 2002, quando eu pesquisei o arquivo físico da Delegacia da Polícia Federal de Foz do Iguaçu, em busca de pistas que me conduzissem aos desaparecidos políticos, me deparei com inúmeros documentos sobre conflitos no campo. Considero o relatório do Inspetor do Ministério do Trabalho, Manoel Munhoz, um dos mais importantes, pela exposição minuciosa das …

FICHA DE CHICO BUARQUE NO SNI REVELA PERSEGUIÇÃO IMPLACÁVEL DA DITADURA AO COMPOSITOR E CANTOR

  Um dos alvos prediletos da Censura e nome de relevo na contestação à ditadura, Chico Buarque de Hollanda foi monitorado de perto pelos militares. Documentos dos órgãos de informação das Forças Armadas, só agora liberados para consulta pública, dimensionam o tamanho da perseguição: visitas de agentes nos shows, depoimentos forçados e canções censuradas. Hoje …

FÓRUM DAS JUVENTUDES POLÍTICAS DO CONE SUL, OCORRIDA EM 1985, NO COLÉGIO MONSENHOR GUILHERME, FOZ DO IGUAÇU

Em 1985, pleno período da “redemocratização” e seis anos após a anistia política, o serviço de espionagem do Exército e Polícia Federal, monitoraram e colheram dados sobre  um evento realizado no Colégio Monsenhor Guilherme, de Foz do iguaçu. O informe em anexo é rico em detalhes e relata os nomes dos participantes, as pautas e …

NOTÍCIA SOBRE ARRENDAMENTO DA ÁREA DE VISITAÇÃO DO PARQUE NACIONAL DO IGUAÇU CAUSA DISSABORES À EDITOR DE JORNAL DE FOZ DO IGUAÇU

Uma matéria com o título “Cataratas do Iguaçu arrendadas por 10 anos” rendeu ao pioneiro do jornalismo iguaçuense Almir  Antônio Machado Nunes uma série de aborrecimentos, inclusive um Inquérito instaurado pela Polícia Federal e a “cassação” de seu cartão de fronteiriço, que era emitido pela Polícia Federal. A ação policial desencadeada em setembro/outubro de 1971 …