RELATÓRIO DE INSPETOR DO MINISTÉRIO DO TRABALHO EXPÕE RELAÇÕES FEUDAIS EM FAZENDA NO PARANÁ

Em 2002, quando eu pesquisei o arquivo físico da Delegacia da Polícia Federal de Foz do Iguaçu, em busca de pistas que me conduzissem aos desaparecidos políticos, me deparei com inúmeros documentos sobre conflitos no campo. Considero o relatório do Inspetor do Ministério do Trabalho, Manoel Munhoz, um dos mais importantes, pela exposição minuciosa das …

DOM OLÍVIO FAZZA. TRAJETÓRIA ECLESIAL E LUTAS DE UM BISPO EM UMA REGIÃO DE CONFLITOS

  Numa época de intensos conflitos sociais na região Oeste do Paraná, a ação do então Bispo de Foz do Iguaçu , Dom Olívio Fazza, foi decisiva para frear as perseguições e garantir vitórias dos setores vulneráveis da sociedade. As imagens e o trabalho de Frank Mezzomo ilustram bem os acontecimentos Tese apresentada como requisito …

FEVEREIRO DE 1966, POSSEIROS INVADIRAM DELEGACIA DE MATELÂNDIA, NO PARANÁ

  Um dos principais conflitos entre posseiros e colonizadoras no Paraná, aconteceu nas localidades de Banhadão,  em fevereiro de 1966. Banhadão está situada no município de Matelândia, distante 75 quilômetros de Foz do Iguaçu. Um extenso relatório de autoria do Major Mozart Ferrante e do 2º Tenente Antônio Douglas, ambos da Polícia Militar do Paraná, …

CHICÃO SAPATEIRO E AS LUTAS CAMPONESAS DO VALE DO RIO DOCE

“A revolução que estava programada para o dia 1º de abril, começou dois dias antes em Governador Valadares”. A frase, dita pelo coronel Altino Machado – ex-delegado de polícia, proprietário rural e um dos principais coordenadores do movimento paramilitar de Governador Valadares – dá ideia de como os acontecimentos no imediato pré-golpe transformaram a chamada …

NÃO CALO O GRITO. MEMÓRIA VISUAL DA DITADURA CIVIL-MILITAR NO RIO GRANDE DO SUL

Fruto de Projeto desenvolvido pelo CAMP em parceria com o Ministério da Justiça através de edital do Projeto Marcas da Memória, da Comissão de Anistia entre 2012 e 2013, o livro Não calo Grito: Memória Visual da Ditadura civil-militar no Rio Grande do Sul está disponível on line. Os autores da obra são Carla Simone …

RELATÓRIO FINAL DA COMISSÃO ESTADUAL DA VERDADE DA PARAÍBA

Logo após o golpe militar começaram as prisões na Paraíba, como em todo o território nacional.  Na primeira semana após o golpe, já se contabilizava a prisão de 172 agricultores ligados às Ligas Camponesas, incluída toda a liderança das Ligas (Assis Lemos, Elizabeth Teixeira e demais). Foram detidos no 15º Regimento de Infantaria e 1º …

A LUTA DOS COLONOS DESAPROPRIADOS POR ITAPU VISTA PELA IMPRENSA

Naqueles dias que antecederam ao represamento do Rio Paraná ainda havia gente desmanchando casas e galpões em toda a vastidão do perímetro demarcado pelos técnicos da empresa binacional. Como conseqüência da repentina valorização da terra no Oeste, muitos dos agricultores desapropriados não conseguiram adquirir novas propriedades na região. O preço oferecido pela Binacional não ultrapassava …

FINALMENTE REVELADO O DIÁRIO DO CORONEL JEFFERSON CARDIN, LÍDER DA “GUERRILHA DOS DENTES DE OURO”

Documentos Revelados publica o então inédito diário do coronel Jefferson Cardin de Alencar Osório, líder da primeira guerrilha contra a ditadura militar brasileira, em abril de 1965. O diário mostra que o objetivo do movimento  era ocupar quartéis no interior do Rio Grande do Sul para forçar uma insurreição armada e popular contra o regime. …