CENSURA DA DITADURA, PROIBIU A UTILIZAÇÃO DO VERBO PARIR EM LETRA MUSICAL

Ofício de 24 de julho de 1972, de autoria do Diretor da Divisão de Censura de Diversões Públicas, Rogério Nunes, e endereçado ao Juiz Federal Otto Rocha, justificando a censura à letra da música Hermoza, de autoria de Paulo Sérgio Valle. Entre outras alegações, o censor diz que o uso do verbo parir “prejudica a …

PEÇA TEATRAL FOI CENSURADA POR USAR PALAVRAS TIPO “GONORRÉIA” NO TEXTO E POR ATOR USAR ROUPA PARECIDA COM A DO “TIO SAM”

Serviço de Censura e Diversões Públicas do Rio de Janeiro 28 12 1970 A peça Tribal, de José Castro Ayala recebeu diversos cortes, entre eles uma parte em que o ator ao trocar de roupa, veste uma roupa parecida com a do Tio Sam e tambem na parte em que o Tio Sam saca um …

AS PERIPÉCIAS DO SHOW PROIBIDO DE GERALDO VANDRÉ NO PARAGUAI

  VANDRÉ NA TRÍPLICE FRONTEIRA Aconteceu em 1982. Fazia dois anos e dez meses que eu havia retornado à Foz do Iguaçu, depois de oito anos de exílio forçado. Na época, eu era editor do jornal Nosso Tempo e a cidade parecia uma panela de pressão prestes a explodir. A construção da Hidrelétrica de Itaipu …

ODAIR JOSÉ, O COMPOSITOR E CANTOR BREGA MAIS PERSEGUIDO PELA CENSURA DA DITADURA MILITAR

Poucos artistas falavam à classe C como o goiano Odair José. Brega, cafona, popular, o artista tinha todos os predicados que permitiam à sua música chegar a toda parte. Se Chico Buarque, Edu Lobo e Geraldo Vandré tinham problemas com a censura, em obras que raramente transpunham o circuito universitário/intelectual, cantores populares como Odair José, …