ARQUIVO DE SEGURANÇA NACIONAL DOS EUA REVELA DOCUMENTOS INÉDITOS SOBRE PARTICIPAÇÃO DE WHASHINGTON NO GOLPE DO CHILE

“Cinquenta anos depois da chegada de Salvador Allende ao poder no Chile, em 3 de novembro de 1970, o Arquivo de Segurança dos EUA divulgou documentos que derrubam a versão oficial sobre o papel desempenhado pela Administração de Richard Nixon (1969-1974) contra o Governo do socialista chileno. Durante décadas, os Estados Unidos afirmaram que intervieram no país sul-americano …

A LUTA PELA TERRA E AS GUERRILHAS CAMPONESAS

Em Vitória de Santo Antão (Pernambuco), camponeses e ex-militantes comunistas criam, no engenho Galileia, a Sociedade Agrícola e Pecuária dos Plantadores de Pernambuco (SAPPP), como forma de reagir às tentativas de expulsão dos foreiros e arrendatários das terras em que trabalhavam. A entidade se propunha a formar um fundo para dar assistência médica e jurídica …

CARTAS DE MILITARES E CIVIS GOLPISTAS, NOS PERÍODOS QUE ANTECEDERAM OS GOLPE DE 1961 E DE 1964

O período entre a renúncia do presidente Jânio Quadros (25 de agosto de 1961)  até o golpe militar de 1º de abril de 1964, é marcado por conspirações na caserna e nos meios políticos. A turbulência que marca esse período está registrado em diversas cartas e circulares Documentos  Revelados publica em anexo a carta renúncia …

DOCUMENTO DA AERONÁUTICA COM RELATO DO DIA EM QUE LADISLAU VIU “DISCOS VOADORES” NO CÉU DE FOZ DO IGUAÇU.

No dia 30 de janeiro de 2010, o técnico em comunicações, Ladislau  Teodoro Lysic, compareceu no escritório de Foz do Iguaçu, do Comando  de Defesa Aeroespacial para comunicar que avistou “Discos Voadores”. Em seu depoimento, Ladislau declarou que no dia 06 de janeiro, viu vários objetos de cor vermelha deslocando-se lentamente no espaço aéreo de …

EDIÇÃO DE MAIO DE 1959, DO JORNAL “O TRABALHADOR”, DE FOZ DO IGUAÇU. FORAM MANCHETES, JAGUNCISMO, CORRUPÇÃO E CONSTRUÇÃO DA PONTE BRASIL-PARAGUAI

Edição histórica do jornal O Trabalhador, que  era editado em Foz do Iguaçu. por Guaraná de Menezes e Heraldo Bastos. A edição número 11, de maio de 1959, traz matérias sobre a ação do jaguncismo na região Oeste do Paraná, declarações rotundas de Ezoel Portes e Ney Wadson dos Santos, uma extensa matéria sobre a …

EX-PREFEITO DE FOZ DO IGUAÇU FOI DESTITUÍDO POR CORRUPÇÃO.

Boletim do Serviço Nacional d Informações – SNI, faz um relato da gestão do prefeito nomeado para Foz do Iguaçu, no ano de 1971, pelo general Garrastazu Médici. No período da ditadura militar, os prefeitos das cidades de fronteira eram nomeados, e para Foz do Iguaçu, o general Medici mandou o tenente coronel José Carlos …

FIM DE FOZ DO IGUAÇU, ANUNCIADO EM 1943, POR UM PREDICADOR, AGITOU MORADORES E MOVIMENTOU TROPA DO EXÉRCITO

Informe do Delegado de Polícia de Foz do Iguaçu, Salomão Sottomaior, ao chefe da DOPS do Paraná, datado de 23 de maio de 1943, comunicando que que após um “Monge” espalhar na zona rural, a destruição de Foz do Iguaçu, no dia 27 de maio, os moradores fugiram para a barranca do Rio Iguaçu Informe …

CARTA DELEGADO DE FOZ RELATA CAÇA A ”NAZISTAS” NA FRONTEIRA EM 1943

  O documento em anexo é um exemplo da caça aos ” nazistas” infiltrados na fronteira. Trata-se um relatório enviado em março de 1943 pelo Delegado de Polícia de Foz do Iguaçu, Gláucio Guiss ao Secretário de Segurança Pública do Estado Paraná. O diligente policial cruzou a fronteira e percorreu parte do território de Misiones …

RELATO DE UMA VIAGEM À CAVALO PELOS PORTOS DO RIO PARANÁ EM 1943. EXPEDIÇÃO PARTIU DE FOZ DO IGUAÇU.

Em 1943, durante 15 dias, o terceiro sargento Manoel Corsino Dias Paredes percorreu ‘a cavalo a costa do Rio Paraná, além de  caminhos de Foz do Iguaçu à Cascavel. Ele saiu no dia 3 de março e no dia 13 de abril relatou em forma de diário detalhes de sua viagem, nomeando os nomes dos moradores …

INQUÉRITO DA CONGREGAÇÃO VERBO DIVINO. PÁROCO DE FOZ DO IGUAÇU É VÍTIMA DE XENOFOBIA

  De 1937 à 1944, o então Pároco da Prelazia de Foz do Iguaçu, Monsenhor Dom Manoel Konner penou nas mãos das autoridades da época. Assim que o Brasil entrou na guerra alemães, italianos e japoneses que moravam no Brasil foram perseguidos e muitos chegaram a ser presos. Contra Dom Manoel Koenner havia a acusação …