TERROR NAS PRISÕES DA DITADURA MILITAR. PAU-DE-ARARA, CHOQUES ELÉTRICOS, AFOGAMENTOS E OUTRAS TORTURAS

RELATÓRIO DE ALUÍZIO PALMAR SOBRE PRISÃO E TORTURAS No 1º de Abril de 1964, minha vida mudou trágica e radicalmente. Nossa casa foi invadida, dois de meus irmãos presos e a violência insana dos agentes da repressão atingiu meu pai, minha mãe e minha irmã. Foi o começo do furação que se abateu sobre nossas …

DEPOIMENTOS NA AUDÊNCIA PÚBLICA DA COMISSÃO ESTADUAL DA VERDADE, REALIZADA EM CASCAVEL PR

No Estado do Paraná, nas regiões Oeste e Sudoeste, experiências concretas escreveram algumas páginas do pensar e do fazer da classe trabalhadora, com conteúdos revolucionários. Às suas maneiras, colocaram em marcha o que passou a ser denominado de Operação Três Passos, O Grupo dos 11 e os movimentos representados pelo PCB, VPR e o MR8. …

LEI 477, DE 1969, O AI 5 DOS ESTUDANTES. PUNIÇOES EM MINAS GERAIS

O decreto-lei nº 477, de 26 de fevereiro de 1969, também chamado de “AI-5 das universidades“, foi um ato baixado pelo então ditador general  Artur da Costa e Silva durante a ditadura que punia professores, alunos e funcionários de universidades acusados de subversão ao regime com expulsão. Na prática, visava  inibir a capacidade intelectual” de uma geração de  e acadêmicos. O processo …

INQUÉRITO INDICIANDO NA LSN, ESTUDANTES DO DIRETÓRIO ACADÊMICO ROCHA POMBO

R E L A T O R I O   I NQE R I TO POL IC If• L Nil 46/77-SB/PR INDICIADOS1 IVO AUGUSTO DE ABREU PUGNALONI e outros INCIDCNCIA PENAL& art. 45• itens I, II a VI, do Oacrsto-Lei 698, de 29/09/69 – Lei de Seguran a   Doutor Juiz-Auditor: DO lNQUtRITO • l.l – Instaurou-sa …

RELATO DA POLICIA FEDERAL, SOBRE ATIVIDADES DE ALVARO DIAS E ESTUDANTES DA UEL

Informe do Setor de Inteligência da Delegacia de Londrina da Polícia Federal, datado de 06 de setembro de 1977, sobre atividades do movimento estudantl dentro da Universidade Estadual de Londrina e a participação de parlamentares, como por exemplo a de Álvaro Dias, deputado federal na época.

EDIÇÃO COMPLETA DO JORNAL “PENSAMENTO ACADÊMICO”, DE 1986, DESTACA LUTA DOS ESTUDANTES PARA A CRIAÇÃO DA UNIOESTE

O jornal Pensamento Acadêmico, órgão de divulgação do Diretório Acadêmico 7 de julho, em sua ediçao de maio de 1986 destacou a luta dos estudantes da antiga Facisa (Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas)  para a criação da Unioeste. O Diretório Acadêmico era dirigido por : Adão  Luiz Almeida (presidente), Fidel Alvarenga (vice-presidente, Ângela Papandrea (1ª …

JOVENS DO PMDB DE FOZ DO IGUAÇU, FORAM FORAM CONSIDERADOS SUBVERSIVOS DEVIDO LUTA POR DEMOCRACIA

Em 1983, quatro anos após a anistia, os partidos políticos estavam sendo reorganizados e a luta pela redemocratização encontrava-se em alto grau. Naquele então, em Foz do Iguaçu apenas dois partidos faziam o trabalho de oposição, especificamente lutando contra as leis de exceção impostas pela ditadura. Era revogação da Lei de Segurança Nacional, eleições livres …

O ABANDONO DA CASA DOS PAIS PELOS JOVENS QUE FORAM À LUTA CONTRA A DITADURA

MINISTÉRIO DO EXÉRCITO RIO, GB, g Ago 69 . GABINETE DO MINISTRO -CIE – – INFORMAÇÃO NB S/102-M2-0IS Informe do Exército revela a opção da juventude que aderiu à resistência contra a ditadura militar saindo da casa dos pais    

JORGE BERNARDI, QUANDO ESTUDANTE DE JORNALISMO, FOI ACUSADO DE DISTRIBUIR PANFLETOS NA PUC PR

Informe da Superintendência Regional do Paraná da Polícia Federal, com data de  20 de outubro de 1977, dando conta de uma “panfletagem ocorrida na Universidade Católica”. Os panletos distribuidos pelos estudantes, denunciavam o cerceamento de liberdade dentro da universidade e outras violações cometidas contra os acadêmicos.

A INSURGENCIA ESTUDANTL PARANAESNSE NO PENSAMENTO MILITAR

Instaurado o Regime Militar em 1964, iniciou-se as perseguições às camadas da sociedade consideradas subversivas, por irem contra aos ideais repressivos e conservadores dos militares, como, por exemplo, professores e estudantes, ocasionando na ilegalidade da União Nacional dos Estudantes, que passou a atuar clandestinamente em todo o território nacional. No ano de 1968 as perseguições …

SAIAS CURTAS E UNIFORMES PARA GINÁSTICA, FORAM CONSIDERADOS INDECENTES POR COMANDANTE DO COMANDANTE DO DESTACAMTO DO EXPERCITO EM SANTA HELENA-PR

Uma briga, entremeada por fofocas gerais,  entre prefeito, presidente da CNEG de Santa Helena, diretor e professores do Colégio   Rocha Pombo, acabou tendo a intervenção do comandante do Destacamento Local do 1º Batalhão de Fronteiras, sediado em Foz do Iguaçu. Diante da pressão para afastar o diretor e funcionários acusados de liberalidade pela ” …