A REVOLUÇÃO DA VPR, HISTÓRIA DE UMA ORGANIZAÇÃO EMBLEMÁTICA DA RESISTÊNCIA À DITADURA

“Temos em mãos o resultado de uma investigação extensa e cuidadosa sobre uma das organizações emblemáticas da esquerda que pegou em armas para combater a ditadura militar e tentar abrir caminho para a revolução socialista no Brasil: a Vanguarda Popular Revolucionária, ou VPR. Algumas das mais espetaculares ações da esquerda clandestina naqueles anos foram praticadas …

DEPOIMENTOS NA AUDÊNCIA PÚBLICA DA COMISSÃO ESTADUAL DA VERDADE, REALIZADA EM CASCAVEL PR

No Estado do Paraná, nas regiões Oeste e Sudoeste, experiências concretas escreveram algumas páginas do pensar e do fazer da classe trabalhadora, com conteúdos revolucionários. Às suas maneiras, colocaram em marcha o que passou a ser denominado de Operação Três Passos, O Grupo dos 11 e os movimentos representados pelo PCB, VPR e o MR8. …

O DIFÍCIL E TORTUOSO CAMINHO, PARA A ESCOLHA DO SUCESSOR DO CORONEL VIANNA NA PREFEITURA DE FOZ DO IGUAÇU

Com a renúncia do coronel Clóvis Cunha Bueno, ao cargo de prefeito de Foz do Iguaçu, foi encerrado o ciclo de militares nomeados para o cargo de Chefe do Poder Executivo Municipal. Foi a partir damobilização da sociedade e dos políticos locais que abriu-se a possibilidade da noeação de um civil para prefeito. No processo …

SOGRO DE ÁLVARO DIAS, EX-GOVERNADOR DO PARANÁ, JUIZ ALDO FERNANDES, FOI VÍTIMA DA DITADURA

Juiz de Direito, Aldo Fernandes, preso por duas ocasiões durante o período da ditadura militar, foi severamente prejudicado na sua vida profissional devido as suas posições divergentes ao regime . Teve seus direitos políticos cassados, logo após o golpe de 1 de abril de 1964 https://pt.scribd.com/document/367905217/Atos-Institucionais

EM 1975, GREVE DE FOME DE TRABALHADORES SURPREENDEU DIRETORIA DE ITAIPU E GREVISTAS FORAM DEMITIDOS

A greve de Fome na Itaipu Apesar de todas estes cuidados e do clima de terror implantado pelos “beleguins” do general Costa Cavalcanti, no dia 28 de outubro de 1975, um grupo de operários iniciou uma greve de fome no Canteiro de Obras de Itaipu, em protesto “contra a péssima alimentação” que era servida. A …

LEI 477, DE 1969, O AI 5 DOS ESTUDANTES. PUNIÇOES EM MINAS GERAIS

O decreto-lei nº 477, de 26 de fevereiro de 1969, também chamado de “AI-5 das universidades“, foi um ato baixado pelo então ditador general  Artur da Costa e Silva durante a ditadura que punia professores, alunos e funcionários de universidades acusados de subversão ao regime com expulsão. Na prática, visava  inibir a capacidade intelectual” de uma geração de  e acadêmicos. O processo …