Aluízio Ferreira Palmar, nasceu em 24 de maio de 1943, em São Fidélis, Estado do Rio de Janeiro.

Em sua juventude estudou na Universidade Federal Fluminense e, devido à sua militância revolucionária foi preso e banido do país, após ter sido trocado, juntamente com outros 69 presos políticos,  pelo Embaixador da Suíça no Brasil.

Depois de passar oito anos entre o exílio e a clandestinidade, deu início, após a Anistia Política, a carreira jornalística que completou 41 anos.

Aluízio Palmar, reside em Foz do Iguaçu, Paraná, foi editor do jornal Nosso Tempo, é cidadão honorário de Foz do Iguaçu, presidente do Centro de Direitos Humanos e Memória Popular e membro do Comitê Estadual  Memória Verdade e Justiça, tendo recebido a Medalha Chico Mendes de Resistência, no ano de 2020.