Diário da Guerrilha, de Maurício Grabois

O diário que Maurício Grabois, comandante dos 68 combatentes da Guerrilha do Araguaia, escreveu durante 605 dias em seu esconderijo na mata, do início do conflito (12/04/72) até sua morte (25/12/73). Para além de ser o documento mais importante e profundo sobre a guerrilha até hoje revelado, o diário registra as angústias, os medos e a …

Jornal clandestino da resistência à ditadura

Nos caminhos das ações contra a ditadura, as organizações da Resistência que atuavam na clandestinidade. Eram ações extremante arriscadas e o militante que caia preso era submetido à torturas podendo, como aconteceu em muitos casos, morrer.  A distribuição de panfletos eram uma forma de furar o cerco, onde a imrensa era censurada e as manifestações …