O BATENTE – IMPRENSA OPERARIA CLANDESTINA

Jornais como O Batente, criado em 1972 em São Paulo, contam uma história paralela à saga das organizações armadas. Líderes sindicais combativos e militantes de esquerda que não se deixaram seduzir pelo foquismo mantiveram a duras penas o trabalho político nas fábricas. Vários comitês de empresa sobreviveram ao endurecimento brutal da repressão em 1969. O contato …

Santo Dias, um mártir da luta dos trabalhadores

Santo Dias 10 de julho de 2009 Por Waldemar Rossi* Santo Dias da Silva era um trabalhador inteligente, sensível aos problemas sociais, de formação cristã na linha da Teologia da Libertação, isto é, entendia a mensagem da busca da justiça como fundamental para a vivência dos ensinamentos do Evangelho. Nasceu em 22 de fevereiro de …

Jornal dos Metalúrgicos, de São José dos Campos

Durante os anos de chumbo, apenas algumas publicações enfrentaram heroicamente os censores, como foi o caso do “Movimento”, “Opinião”, “Pasquim”, “Versus”, “Em Tempo”. Era a chamada imprensa alternativa. Esse quadro somente começaria a mudar com as contradições em que se meteu a ditadura após a crise do petróleo. Num primeiro momento, foram os estudantes que …

Tribuna Metalúrgica, uma voz operária na resistência à ditadura

Em 1971, quando surgiu a Tribuna Metalúrgica, o País estava dominado pela ditadura militar. Nas fábricas, as chefias reproduziam o sistema repressivo e o trabalhador deveria fazer sua tarefa calado. Qualquer coisa diferente era rua! Nos seus quase 50 anos de existência, o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC manteve veículos de comunicação como importantes elementos …