Imprensa Nacional Recortes

REPERCUSSÃO NA IMPRENSA DA CRISE MILITAR DE 1975

A morte do jornalista Vladimir Herzog numa cela do DOI-Codi em São Paulo, em 25 de outubro de 1975, alimentou uma disputa interna de poder na ditadura militar.

Um dos casos mais emblemáticos da distensão da ditadura militar, o assassinato de Herzog marcou também o acirramento da disputa de poder entre comandantes da ditadura.

 Após a morte de Herzog e de Manoel Fiel Filho, o então presidente Ernesto Geisel demitiu o general Ednardo D´Ávila Mello, do comando do 2.º Exército de São Paulo, que respondia pelas dependências do DOI-Codi. 

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.