CHOQUE ELETRICO, PAU DE ARARA E TORTURA SEXUAL; DEPOIMENTO DE GILSE COSENZA

“Fomos colocadas na solitária, onde ficamos por três meses, sendo tiradas apenas para sermos interrogadas sob tortura. Era choque elétrico, pau de arara, espancamento, telefone, tortura sexual. Eles usavam e abusavam. Só nos interrogavam totalmente nuas, juntando a dor da tortura física à humilhação da tortura sexual. Eles aproveitavam para manusear o corpo da gente, …

ÁUDIOS DE RELATOS DE TORTURA NA DITADURA MILITAR

O advogado criminalista e pesquisador Fernando Fernandes acessou todos os áudios com as gravações de julgamentos de presos políticos feitos pelo STM (Superior Tribunal Militar) de 1975 a 1979, durante a ditadura militar (1964-1985). Colaborando com o restabelecimento da Verdade, para que se faça Justiça e os torturadores respondam pelos seus atos, o portal DR …

CIA DESMASCARA GEISEL: GENERAL CONTROLAVA EXECUÇÕES DE ADVERSÁRIOS DA DITADURA

CIA desmascara Geisel: general controlava execuções de adversários da ditadura O documento é devastador em relação a Figueiredo porque mostra que Figueiredo era o responsável por autorizar esses assassinatos. Geisel é o presidente da abertura, mas o que a gente sabe agora, graças a esse documento e a outros, é que, durante o processo de …

CAI POR TERRA VERSÃO MENTIROSA DO EXÉRCITO. DOCUMENTO DO IML DE NITERÓI REVELA QUE MILITANTE FOI SEPULTADO COMO INDIGENTE

Cai por terra versão mentirosa do Exército. Descoberto documento oficial do IML de Niterói, datado e assinado em 15 de julho de 1969, dando a morte de militante da Resistência à Ditadura Militar, em 12 de junho e determinando o seu sepultamento como indigente no dia 17/07/1969 na sepultura Y-334, do Cemitério do Maruí, Niterói. …

DIRETOR DE MANICÔMIO JUDICIARIO, ENVIOU PRESO POLÍTICO INTERNADO APÓS TORTURAS, PARA NOVO INTERROGATÓRIO

Durante a ditadura militar muitos presos políticos, após serem submetidas a torturas intensas,  foram internados em hospitais psiquiátricos, em consequência das horas pendurados no pau-de-arara e recendo choques elétricos e afogamento. Alguns desses presos internados em manicômios, foram chamados para novos interrogatóriosm como é o caso de Paulo Roberto Benchimol; O documentos em anexo, revela …

TERROR NAS PRISÕES DA DITADURA MILITAR. PAU-DE-ARARA, CHOQUES ELÉTRICOS, AFOGAMENTOS E OUTRAS TORTURAS

RELATÓRIO DE ALUÍZIO PALMAR SOBRE PRISÃO E TORTURAS No 1º de Abril de 1964, minha vida mudou trágica e radicalmente. Nossa casa foi invadida, dois de meus irmãos presos e a violência insana dos agentes da repressão atingiu meu pai, minha mãe e minha irmã. Foi o começo do furação que se abateu sobre nossas …