Geral Ministérios Polícia Federal

CAMPANHA INSTITUCIONAL DO GOVERNO GEISEL FOI CRITICADA PELO SERVIÇO DE INFOR,AÇÕES DA DPF

A propaganda institucional do governo federal vinculada nos meios de comunicação em 1977, era voltada a exaltação dos símbolos nacionais expressa, em certo sentido, a contribuição dos militares com a nação, pois eles estavam deixando o poder  – período da “abertura lenta, gradual e segura” do governo Geisel (1974-1979). A produção do material era de responsabilidade da Assessoria de Relações Públicas (ARP) – órgão que substituiu a Assessoria Especial de Relações Públicas (AERP). Diferente das propagandas do governo Médici, que enfatizavam o milagre econômico, a crise em 1974 modificou o conteúdo das mensagens. Elas passaram a destacar um sentimento de harmonia envolvido em esperança no futuro, essencial, segundo a agência oficial para a superação daquele período.

Porém a criação de um dístico na campanha “O Brasil é feito por nós”, com o formato de um catavento, deu margem a inumeras interpretações. Em 18 de agosto de 1977, a assessoria de Informações do Departamento de Polícia Federal, do Paraná,  enviou ao SNI uma análise do dístico sugerindo que o mesmo não fosse usado, tendo em vista sua alusão à cruz suástica em um governo presideido por um descendente de alemães

CAMPANHA INSTITUCIONAL DO GOVERNO GEISEL FOI CRITICADA PELO SERVIÇO DE INFOR,AÇÕES DA DPF

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.