DOPS DOS ESTADOS Forças Armadas Fundo Aluízio Palmar Fundo Foz do Iguaçu MR8 Repressão

COERÊNCIA EM TORNO DA HISTÓRIA DE UMA PRÓTESE SALVOU DENTISTA DA GUERRILHA DO MR8

 

Eu conheci o Lauro Consentino Filho ele era da diretoria do DCE da UFPR.

Corria o ano de 1967 e eu estava em Curitiba mantendo contato com a Dissidência Comunista do PCB e outros coletivos que propunham a luta armada contra a ditadura.

Minha tarefa era criar grupos de apoio ao foco guerrilheiro que o MR8 estava organizando na região Oeste do Estado.

Lauro Consentino foi um de nossos contatos.

No início de 1968, ele se deslocou para a cidade de Medianeira onde instalou seu gabinete de dentista.

No final desse mesmo ano, Lauro foi preso após largar no Rio Ocoy as coisas que a organização havia deixado sob sua guarda – mochilas, botas, medicamentos , livros etc

Ficou algum tempo preso no quartel do CPOR em Curitiba e foi solto por falta de provas.

Em nossos interrogatórios contamos a mesma história , ou seja, que eu o procurei para tratar de meus dentes e fazer uma prótese. E mantive essa historia durante o tempo que fiquei pendurado no pau-de-arara na DOPS de Curitiba.

Em anexo cópia de nossos depoimento

PDFs

 COERÊNCIA EM TORNO DA HISTÓRIA DE UMA PRÓTESE SALVOU DENTISTA DA GUERRILHA DO MR8

Aluizio Palmar

Aluízio Ferreira Palmar, nasceu em 24 de maio de 1943, em São Fidélis, Estado do Rio de Janeiro. Em sua juventude estudou na Universidade Federal Fluminense e, devido à sua militância revolucionária foi preso e banido do país, após ter sido trocado, juntamente com outros 69 presos políticos pelo Embaixador da Suíça no Brasil. Depois de passar oito anos entre o exílio e a clandestinidade, deu início, após a Anistia Política, a carreira jornalística que completou 50 anos.
Aluízio Palmar foi consultor da Comissão Nacional da Verdade e da Comissão estadual da Verdade do Paraná, tendo seu trabalho de pesquisador dado origem ao site Documentos Revelados

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.