capa Depoimentos DOI CODI DOPS DOS ESTADOS Forças Armadas Geral Mortos e Desaparecidos Operação Condor Repressão VPR

SOBREVINTE DA CHACINA DE RECIFE CONTA TUDO. ÁUDIOS DA ENTREVISTA COM IRMÃO DE SOLEDAD BARRET

 

No dia 16 de novembro de 2008 fui procurado por Jorge Barrett, irmão de Soledad e sobrevivente da chacina ocorrida em Pernambuco onde morreram seis militantes da Vanguarda Popular Revolucionária – VPR.

Na ocasião gravei uma longa entrevista com o Jorge. Segurei durante esses três anos e quatro meses esse material arquivado em fitas K7. Dias atrás decidi editar o material. Reconheço que a qualidade não é boa, porém, nesses tempos de Comissão da Verdade julgo ser importante divulgar a entrevista com o irmão de Soledad Barrett.                                                  

“Minha primeira viagem ao Recife foi em 8 de março de 1972 e fui recebido na rodoviária por Soledad e An selmo. Nessa época eu tinha 21 anos”

 “Havia constantes conversas telefônicas entre Soledad e Onofre Pinto”.

“Em Pernambuco o nome de guerra de Soledad era Lita”

“A pedido de Anselmo e Soledad fui cobrir um ponto na praia de Boa Viagem. Era pra receber Pauline e Eudaldo e fomos fotografados por pessoas que estavam num Fusca azul”

 “Pauline e Eudaldo moravam no Sítio de São Bento, em Abreu e Lima”

 “Eu e minha mulher, (Maria Dilênia Valença) morávamos na mesma casa onde morava Anselmo e  Soledad, nos fundos da Butique Mafalda, no bairro de Varadouro, Olinda. Mais tarde a butique foi fechada e fomos morar num apartamento em Rio Doce, bairro de Olinda, a 100 metros da praia.

 “Anselmo levou eu e Leninha pra pedir a Dom Helder autorização para nosso casamento. Porém, Dom Helder disse que não aprovava as condições de nosso casamento”

 “Nós não tínhamos nenhum tipo de desconfiança de Anselmo “

“Todos que saiam da casa tinham que ligar a cada hora”

   “Levei três rolos de filmes 135 mm de Olinda para o Chile. Eram cartas de Anselmo para Onofre Pinto”

   “As cartas enviadas para Onofre eram a defesa de Anselmo diante das acusações de que ele era um infiltrado na VPR”

PARA ENTENDER O CASO

 

1Entrevista-com-Jorge-Barret01-1.mp3

2Entrvista-com-jorge-barret-02.mp3

3Entrevista-co-Jorge-Barret-03.mp3

4Entrevista-com-Jorge-Barret04.mp3

Entrevista-co-Jorge-Barret-03.mp3

extraEntregas-das-cartasJORGE-BARRET.mp3

extrajbarret.mp3

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.