AS PERIPÉCIAS DO SHOW PROIBIDO DE GERALDO VANDRÉ NO PARAGUAI

  VANDRÉ NA TRÍPLICE FRONTEIRA Aconteceu em 1982. Fazia dois anos e dez meses que eu havia retornado à Foz do Iguaçu, depois de oito anos de exílio forçado. Na época, eu era editor do jornal Nosso Tempo e a cidade parecia uma panela de pressão prestes a explodir. A construção da Hidrelétrica de Itaipu …

CAETANO VELOSO, DOCUMENTO DO CONSELHO DE SEGURANÇA NACIONAL COM VISTAS À APLICAÇÃO DO AI5

Na madrugada do dia 27 de dezembro de 1968, duas semanas depois de o governo decretar o AI-5, Caetano Veloso e Gilberto Gil foram retirados dos apartamentos onde moravam, no centro de São Paulo, e levados em uma caminhonete ao Rio de Janeiro.

POR QUE OS RICOS NÃO FAZEM GREVE? CADERNOS DO POVO BRASILEIRO 1963

Por que os ricos não fazem greve?, de Álvaro Vieira Pinto, faz parte da  coleção Cadernos do povo brasileiro, publicados de 1962-64, num total de 28 volumes. Esta publicação nasceu no ISEB Instituto Nacional de Estudos Brasileiros (1955-64) e editada Civilização Brasileira. Os Cadernos tiveram importante papel na formação política durante o governo João Goulart em …

PERSEGUIDO PELA DITADURA, O EDUCADOR ANISIO TEIXEIRA FOI EXPULSO DA UNIVERSIDADE E ASSASSINADO PELA DITADURA MILITAR

Como aconteceu com outros brasileiros durante a ditadura, Anísio Teixeira desapareceu de repente. No final da manhã da quinta-feira 11 de março de 1971, ele saiu da Fundação Getúlio Vargas (FGV), na Praia do Botafogo, no Rio, para almoçar nas imediações, no Edifício Duque de Caxias, onde morava o dicionarista Aurélio Buarque de Holanda. Considerado …

ODAIR JOSÉ, O COMPOSITOR E CANTOR BREGA MAIS PERSEGUIDO PELA CENSURA DA DITADURA MILITAR

Poucos artistas falavam à classe C como o goiano Odair José. Brega, cafona, popular, o artista tinha todos os predicados que permitiam à sua música chegar a toda parte. Se Chico Buarque, Edu Lobo e Geraldo Vandré tinham problemas com a censura, em obras que raramente transpunham o circuito universitário/intelectual, cantores populares como Odair José, …

MEMÓRIAS DA DOR. EM 1974, O ESCRITOR PAULO COELHO FOI PRESO POR ENGANO E SUBMETIDO A TORTURAS

  No dia 28 de maio de 1974 o escritor Paulo Coelho de Souza  foi preso por engano. No decorrer de uma investigação dos órgãos de repressão da ditadura militar, o escritor foi preso no lugar do militante do PCBR, Paulo Coelho Pinheiro. As desinformações e informações falsas geradas pela ditadura, levou com que algumas …

VERSUS, A IMPRENSA ALTERNATIVA INOVADORA E MILITANTE. UM JORNAL INSTRUMENTO DE LUTA POLÍTICA

  O jornal Versus começou como uma publicação essencialmente cultural, com a proposta, contudo, de entender a cultura como uma “ação política”. Foi lançado em São Paulo, inicialmente como bimestral. Seu diretor responsável era o jornalista gaúcho Marcos Faerman. Entre os participantes: Moacir Amâncio, Elifas Andreatto, Carlos Rangel, João Antônio, Luís Egypto, Cláudio Bojunga, Joca Pereira, Modesto …

DE SUASSUNA A GUARNIEIRI, TONELADAS DE LIVROS FORAM INCINERADOS NAS FOGUEIRAS DA DITADURA

  No apagar das luzes da ditadura militar, a ordem era incinerar os livros e filmes apreendidos pela censura. No início da década de 80, toneladas de obras culturais foram queimadas em fornos construídos para essa finalidade.    

“TEMPO DE RESISTÊNCIA”, DE LEOPOLDO PAULINO.UM RELATO CRU E NU DA RESISTÊNCIA ARMADA À DITADURA MILITAR

No livro “Tempo de Resistência”, Leopoldo Paulino faz um resgate de um momento histórico tão importante para o país, e que hoje desperta tanto interesse e sofre tantas deformações, tem também a preocupação de acender em outros a chama do compromisso político e da solidariedade”…”Nós somos o que fazemos, e sobretudo aquilo que fazemos para …