O  ESTADO  E  OS  GUARANI  DO  OCO’Y, VIOLÊNCIA,  SILÊNCIO  E  LUTA

DAS  TERRAS  DOS  ÍNDIOS  A  ÍNDIOS  SEM  TERRAS   O  ESTADO  E  OS  GUARANI  DO  OCO’Y:   VIOLÊNCIA,  SILÊNCIO  E  LUTA   Maria  Lucia  Brant  de  Carvalho   Tese apresentada ao Programa de Pós-Graduação em  Geografia  Humana  do  Departamento  de Geografia  da  Faculdade  de  Filosofia,  Letras  e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, para obtenção do título de Doutora em Geografia. “Entre 2001 e 2007 a antropóloga Maria Lucia Brand de Carvalho , a Malu, estudou e conviveu, com os Guaranis. Dessa vivência saiu sua tese de doutorado que estamos publicando e o Laudo preparado a pedido da Funai. Em seus trabalhos, a antropóloga desmonta a versão …

INSCRIÇOES DE PROTESTO EM CÉDULAS DE 10 CRUZEIROS, MOBILIZOU GRANDE NÚMERO DE AGENTES POLICIAIS

Em 1974, a circulação de algumas cédulas de 10 cruzeiros (moeda da época), com inscrições de protesto contra o alto preço dos alimentos, o arrocho salarial e a falta de liberdade, mobilizou diversos órgãos do aparelho repressivo da ditadura militar. Agentes policiais foram deslocados para investigar em bancos, Casa da Moeda, mercados, açougues, lojas de …

RITA LEE, MÚSICA CENSURADA E PRISÃO EM 1976

A cantora Rita Lee foi presa em 1976, assim que descobriu estar grávida do primeiro filho. O que ela não esperava era sair da cadeia graças ao esforço feito por Elis Regina, que “fez um barraco” na delegacia ao visitá-la. Quem contou essa história foi a própria Rita, em uma live com o cantor Ronie Von. E foi este episódio que uniu duas grandes artistas da música brasileira. Rita Lee foi presa, assim que descobriu estar grávida do primeiro filho, Rita Lee contou com a ajuda de quem menos esperava para …

SUSPENSAÃO DOS DIREITOS POLÍTICOS DE CAETANO VELOSO. DOCUMENTO DO CONSELHO DE SEGURANÇA NACIONAL

Encaminhamento de suspensão dos direitos políticos de Caetano Veloso. A ditadura militar se baseou no AI 5 para cassar o compositor e cantor   O Ato Institucional nº 5, de 13 de dezembro de 1968, marcou o início do período mais duro da ditadura militar (1964-1985). Editado pelo então presidente Arthur da Costa e Silva, …

“EU ESTIVE ALÉM DA DOR. DAÍ PARA A LOUCURA FOI A COISA MAIS NATURAL DO MUNDO”, SILVIA MONTARROYOS

“A ditadura foi uma fábrica de mortos e uma fábrica de loucos. Como eu, muita gente enlouqueceu na tortura. Muitos outros precisaram [de suporte psiquiátrico] depois da prisão”, diz Silvia Montarroyos Na prisão, Silvia Montarroyos sofreu diferentes tipos de tortura. “Eram bofetões, queimaduras de cigarro… Me colocaram em uma jaula de uns 80 cm quadrados. …

GREVE DOS PROFESSORES EM 1982, MARCO INICIAL NO SURGIMENTO DA APP

Documentos desclassificados da Secretaria de Segurança Publica do Parana e diversos recortes de de jornais noticiando a greve dos professores do Parana, que aconteceu em 1982, no estertor da ditadura civil-militar instaurada a partir do Golpe de Estado de 1964. O movimento grevista foi dirigido pela APP , atualmente, é o maior sindicato do Paraná e um …

EM 1973, O CHEFE DO PNI PROIBIU ATIVIDADE RELIGIOSA DO PADRE ZEZINHO NAS CATARATAS

O sacerdote, escritor e músico Padre Zezinho, conhecido atualmente por sua composição, cujo refrão é  “Abençoa Senhor as famílias, Amém”, deixou delegado e agentes da delegacia de Foz do Iguaçu da Polícia Federal em alvoroço durante sua passagem pela Terra das Cataratas, em 07 julho de 1973. A programação do religioso católico incluiu Missa na …