Cultura Dissertacoes Trabalhos e dissertacoes

Educação pelo diálogo e para o diálogo. O Programa Nacional de Alfabetização no Rio de Janeiro

EDUCAÇÃO PELO DIÁLOGO E PARA O DIÁLOGO: O PROGRAMA NACIONAL DE ALFABETIZAÇÃO NO RIO DE JANEIRO  *

Cecília Maria Bouças Coimbra

Com os bons resultados obtidos na alfabetização de adultos em Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte, o Ministério da Educação e Cultura[57], em julho de 1963, criou oficialmente uma Comissão de Cultura Popular, tendo Paulo Freire como seu presidente. Este também fazia parte de um Grupo de Trabalho de Cultura Popular que, a nível nacional, estava encarregado de fazer levantamentos e pesquisas para a implantação de uma campanha nacional de alfabetização baseada em seu sistema de educação[58]. Esta campanha pretendia alfabetizar um milhão de pessoas em um ano.

 

EDUCAÇÃO PELO DIÁLOGO E PARA O DIÁLOGO: O PROGRAMA NACIONAL DE ALFABETIZAÇÃO NO RIO DE JANEIRO

Você também pode gostar...

1 comentário

  1. Muito legal. Realmente temos que dar condição para todos evoluírem e principalmente dar poder de comunicação no mundo atual. Eu não sabia da iniciativa de 1963, gostei de saber.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.