Investigação sobre possível centro de espionagem nazista em Foz do Iguaçu

De 1937 à 1944, o então Pároco da Prelazia de Foz do Iguaçu, Monsenhor Dom Manoel Konner penou nas mãos das autoridades da época. Assim que o Brasil entrou na guerra alemães, italianos e japoneses que moravam no Brasil foram perseguidos e muitos chegaram a ser presos. Contra Dom Manoel Koenner havia a acusação de …

DOIS IMPORTANTES INFORMES DE ALBERTO CONRADO, ESPIÃO DO CIEX INFILTRADO NOS MOVIMENTOS DE ESQUERDA

O primeiro relatório é referente às informações passadas ao Ciex – Centro de Informações do Exército no Exterior , pelo agente Altair,  codinome de Alberto Conrado, agente infiltrado entre os exilados brasileiros no Chile, Uruguai e Argentina. O segundo relatório, é referente à missão recebida por Conrado, de entrar em contato com pessoas no Rio …

LIVRO DE ESPIONAGEM, USADO NOS CURSOS MINISTRADOS PELO SNI, CENIMAR, CISA E CIE

Livro usado pelos militares nos cursos ministrados pelo SNI, CIE, CENIMAR e CISA. Nenhum aluno saia de lá sem estudar esse livro do Gal norte americano Washington Platt. O livro foi publicado em português pela Biblioteca do Exercito em co-edição com a Editora Agir  

CARTA EM QUE INFILTRADA NO PCBR PEDE AUMENTO PARA ESPIONAR EXILADOS NO CHILE

Maria Tereza Ribeiro da Silva, foi recrutada pelo Centro de Informações da Marinha, após sua prisão em 4 de agosto de 1969. No Cenimar, ela era identificada como “Renata”, “Lindolfo” e “RK-33” e inicialmente foi direcionada para se infiltrar no setor sindical. Pesquisadores da UFMG, localizaram a ficha “funcional” da agente e duas cartas escritas …

ESPIÃO FRANCES QUE RECEBIA DO ITAMARATY, FOI UM DOS ARTICULADORES DO GOLPE CONTRA GOULART.

  O francês Georges Albertini foi um anticomunista profissional. Suas atividades eram regiamente remuneradas pelas organizações de direita da Europa e Estados Unidos. No período que antecedeu o golpe do golpe militar ele atuou ativamente nos preparativos,sendo um dos  quadros mais célere do IPES -Instituto de Pesquisas e Estudos Sociais . O IPES foi um …

PRESO POR ENGANO. POLÍCIA URUGUAIA PRENDEU AGENTE DO CENIMAR INFILTRADO NAS ORGANIZAÇÕES DA RESISTÊNCIA À DITADURA BRASILEIRA

Alberto Conrado era espião do Centro de Informações da Marinha – Cenimar, infiltrado em algumas organizações da Resistência à ditadura militar. Ele morava em Montevidéu em começou suas atividades espionando os brasileiros exilados no Uruguai; que naquela época em sua maioria eram trabalhistas que estavam no Governo de João Goulart e militares nacionalistas. Já na …