DIÁRIO DO NORTE DO PARANÁ, ÚNICO JORNAL PARANAENSE DE OPOSIÇÃO A DITADURA MILITAR

DIÁRIO DO NORTE DO PARANÁ: ÚNICO JORNAL PARANAENSE DE OPOSIÇÃO A DITADURA MILITAR Do mês de janeiro até o mês de setembro de 1977, uma equipe de jovens jornalistas escolhidos a dedo por um redator-chefe que por três vezes tinha sido preso pelos órgãos de inteligência e repressão(DOI-CODI e DOPS) do regime militar e que …

JORGE BERNARDI, QUANDO ESTUDANTE DE JORNALISMO, FOI ACUSADO DE DISTRIBUIR PANFLETOS NA PUC PR

Informe da Superintendência Regional do Paraná da Polícia Federal, com data de  20 de outubro de 1977, dando conta de uma “panfletagem ocorrida na Universidade Católica”. Os panletos distribuidos pelos estudantes, denunciavam o cerceamento de liberdade dentro da universidade e outras violações cometidas contra os acadêmicos.

RELATÓRIO DO INQUÉRITO POLICIAL-MILITAR, QUE INDICIOU AGRICULTORES DO PARANÁ COMO SUBVERSIVOS

O processo movido pelo Tribunal Militar da Auditoria da 5ª RM é uma peça que retrata muito bem o ódio que movia os golpistas que assaltaram o poder em 1º de abril de 1964. Lideranças do velho Partido Trabalhista Brasileiro dos municípios da região Sudoeste do Paraná, desde Barracão, Santo Antônio do Sudoeste, Capanema e …

PRESIDENTE DA OAB PARANÁ, FOI PERSEGUIDO DEVIDO DISCURSO EM DEFESA DA DEMOCRACIA

Eduardo Rocha Virmond foi presidente da OAB Paraná de 1977 a 1979, período em que o país vivia sob o controle da ditadura militar. Enquanto esteve na presidência da Seccional, Virmond coordenou a VII Conferência Nacional da OAB (1978), que teve como tema central o Estado de Direito. Com o Teatro Guaíra lotado por 3 …

DESMANDOS, RANCHOS QUEIMADOS, PRISÕES E TORTURAS. OS DESPEJOS DOS AVÁS-GUARANIS NO OESTE DO PARANÁ

Desmandos, ranchos queimados, prisões e torturas. Isso aconteceu nos anos 1975 e 1976 na região Oeste do Paraná, quando indígenas Avás-Guarani foram despejados de sua terra histórica, herdada de seus ancestrais. Este fato está documentado nas correspondências/denuncias de autoria do advogado iguaçuense Antônio Vanderli Moreira. avas

A INSURGENCIA ESTUDANTL PARANAESNSE NO PENSAMENTO MILITAR

Instaurado o Regime Militar em 1964, iniciou-se as perseguições às camadas da sociedade consideradas subversivas, por irem contra aos ideais repressivos e conservadores dos militares, como, por exemplo, professores e estudantes, ocasionando na ilegalidade da União Nacional dos Estudantes, que passou a atuar clandestinamente em todo o território nacional. No ano de 1968 as perseguições …

MEMÓRIAS DA REPRESSÃO. ABERTURA DOS ARQUIVOS DA DITADURA NO PARANÁ (1991)

O vídeo foi produzido pela Secretaria de Comunicação Social do Paraná em 1991. Representa o importante momento de abertura dos Arquivos da Delegacia de Ordem Política e Social (DOPS) no Paraná. Esse material foi digitalizado pelo Arquivo Público do Paraná a partir do VHS da época e também pode ser encontrado no site “Memórias Reveladas” …