CENSURA DA DITADURA, PROIBIU A UTILIZAÇÃO DO VERBO PARIR EM LETRA MUSICAL

Ofício de 24 de julho de 1972, de autoria do Diretor da Divisão de Censura de Diversões Públicas, Rogério Nunes, e endereçado ao Juiz Federal Otto Rocha, justificando a censura à letra da música Hermoza, de autoria de Paulo Sérgio Valle. Entre outras alegações, o censor diz que o uso do verbo parir “prejudica a …

APÓS CUMPRIR PENA, ALUNOS TIVERAM DE APRESENTAR CERTIDÃO NEGATIVA PARA REINGRESSO NA UNB

Os documentos em anexo, registram a solicitação por parte da Reitoria da Universidade Nacional de Brasília, de Certidão Negativa, aos alunos de foram presos e punidos pelo famigerado AI5 dos estudantes, a Lei 477.