Cultura CULTURAL Divisão de Censura Fundos Polícia Federal Repressão

NA DITADURA, CENSURA ATINGIU “SEXUS”, DE HENRY MILLER, “O LEOPARDO”, “ULTIMO TANGO EM PARIS”, O LIVRO “DE PROSTITUTA À PRIMEIRA DAMA” E ATÉ RAY CHARLES

Ministério da Justiça

2 de março de 1977

Informe do Chefe de Coordenação e Controle ao Diretor da Divisão de Censura de Diversões Públicas, comunicando que no incinerador do Aeroporto Internacional de Brasília foram cremados em 3 de fevereiro de 1977, 3 mil quilos de filmes, vídeos-tape, revistas, livro, fitas magnéticas, discos e cortes de filme.

Em seguida, o Chefe de Coordenação e Controle José Carlos Rodrigues relaciona todo o material que foi incinerado.

NA DITADURA, CENSURA ATINGIU "SEXUS", DE HENRY MULLER, "O LEOPARDO", RAY CHARLES, "ULTIMO TANGO EM PARIS" E O LIVRO "DE PROSTITUTA À PRIMEIRA DAMA"

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.